Inbound Marketing para o mercado imobiliário, entenda sua importância.

111 Vizualizações Deixe um comentário

Não é por acaso que o inbound marketing virou uma tendência que deve se perpetuar: atrair clientes em potencial é mais eficiente do que impor a eles um anúncio. Por isso, essa abordagem se propõe a construir um relacionamento com o consumidor a partir do fornecimento de informações relevantes, conteúdo criativo e experiências que sejam significativas.

Hoje você vai entender qual é a importância de adotar o inbound marketing especificamente no mercado imobiliário.

O primeiro ponto a ser avaliado é o público-alvo: nem sempre quem vai alugar, comprar ou vender um imóvel conhece todas as leis que regem esse mercado, a documentação necessária, taxas e todo o restante dessa parte mais burocrática. Se a imobiliária investe em inbound marketing, encontrando formas de explicar tudo isso em uma linguagem acessível, automaticamente o cliente vai se sentir melhor amparado. Quando ele for escolher um corretor para negociar, vai dar prioridade para quem trabalha na empresa que leva essa segurança.

Outro ponto importante: no mercado imobiliário, os produtos têm um valor mais alto e, por isso, as pessoas ponderam muito mais antes de fechar um negócio. O cliente vai pesquisar antes de assinar qualquer contrato e se a sua imobiliária for uma fonte de informação relevante, pode ajudar até nesse processo de tomada de decisão.

Mais uma vantagem é que com o inbound marketing, a abordagem pode ser segmentada de acordo com as necessidades. Por exemplo: ao conversar com pessoas na rua, a equipe já pode perguntar coisas do tipo “em qual bairro você gostaria de morar?” ou “de quantos quartos você precisa?”. A partir disso, esses dados podem ser separados e o corretor envia e-mails contendo informações que sejam úteis para cada perfil identificado.

Como fazer inbound marketing nesse setor?

As práticas de inbound marketing para imobiliárias vão das mais simples até as mais sofisticadas. Para começar, é essencial manter um site com uma seção de blog sempre atualizado. Abasteça com informações que sejam úteis para o seu público-alvo, por exemplo: para que serve cada documento de compra e venda de imóvel; um comparativo entre os bairros da cidade; as vantagens de morar em um condomínio com estrutura de clube e por aí vai.

Manter um perfil ativo nas redes sociais também é essencial! Inclusive, essa plataforma serve para interagir com o público e até para perguntar que tipo de material eles gostariam de ver. Mas lembre-se que administrar um perfil é uma atividade a ser feita com profissionalismo!

Mas o inbound marketing não se restringe ao conteúdo, a ideia é gerar experiência: você pode selecionar um grupo de clientes em potencial e convidá-los para a inauguração de um condomínio; pode promover concursos culturais com outros empreendimentos parceiros. Inclusive, para imobiliárias que estão começando seu trabalho em uma nova região, fechar parcerias com negócios que fiquem nas redondezas é uma excelente estratégia.

As ações de inbound devem ser pensadas de acordo com o público a ser atingido. Por exemplo, jovens casais que estão em busca do primeiro apartamento têm necessidades distintas de quem quer se mudar para uma casa maior porque a atual já não comporta a família. O grande segredo é afinar a proposta de ação com o público para o qual será direcionada.

Sobre o autor

Marcos Paulo da Costa

Criador do portal Marketing Moderno, profissional de Marketing com experiência no ramo Imobiliário desde 2006 e Consultor de Marketing Digital desde 2012, com certificação de Inbound Marketing da HubSpot, focado em planejamento e gestão de marcas online. Experiência na área comercial e marketing, com desenvolvimento de produtos, planejamento comercial, relacionamento com o cliente, pesquisas, treinamento e liderança de equipes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *