Profissionais de conteúdo e social media podem usufruir de chatbots

154 Vizualizações Deixe um comentário

É sabido que o fenômeno das redes sociais tem impactado não apenas a comunicação entre as pessoas, mas também está reconfigurando radicalmente o relacionamento de empresas com o seu público consumidor.

Pensando nesse cenário, em que as mídias sociais assumem a vanguarda do marketing e do relacionamento com o cliente, vamos falar sobre o uso dos chatbots para produtores de conteúdo. Você conhece essa tecnologia?

Pois saiba que os profissionais de social media têm feito bom uso dessa incrível ferramenta para otimizar seus resultados. Curioso? Veja como!

Saiba como essa ferramenta melhora o relacionamento com público

Os chatbots, ou robôs para conversação, foram beneficiados recentemente com os grandes avanços nas tecnologias de inteligência artificial, ainda que a pesquisa com os bots venha se desenvolvendo desde a década de 60.

Atualmente, o fenômeno que justifica o boom dos bots é a massiva popularização dos apps e plataformas para troca de mensagens instantâneas.

De olho nesse cenário promissor, empresas estão usando esse recurso para se aproximar de seu público, tirando dúvidas e dando sugestões de ofertas e produtos de maneira mais ágil e eficaz.

Para isso, criar conteúdo personalizado com base em informações valiosas sobre o seu público é a estratégia ideal de social media. Mas, como isso é possível com os chatbots?

Os bots possibilitam uma hipersegmentação do público, pois geram conversas significativas via chat com os clientes. Essa interação revela os diversos perfis dos consumidores, o que possibilita a criação de conteúdos e produtos que atendam cada vez mais satisfatoriamente esse público.

Por essa razão, o trabalho de produção de conteúdo para web e de social media têm nos chatbots um forte aliado.

Entenda como chatbots impactam o trabalho social media

Alguns dos exemplos do grande impacto dos chatbots são a assistência ao cliente e o relacionamento pós-vendas, etapas que têm sido feitas via Facebook e outras mídias sociais. A aplicação Messenger da rede social de Mark Zuckerberg dá ao usuário total suporte para o uso de chatbots.

Em alguns casos, bots mais complexos que funcionam baseados em bancos de dados mais abrangentes têm sido usados pelas empresas.

E não pense que essa interação é robótica e artificial. Os bots podem fazer piadas, usar uma linguagem adequada ao público e, até mesmo, detectar a insatisfação de um cliente em relação ao serviço ou produto, implementando estratégias de convencimento e retenção nesses casos.

Conheça um case de sucesso utilizando chatbots

Um bom exemplo de sucesso no uso dos chatbots pode ser verificado no trabalho do canal Física Total, do professor Ivys Urquiza. O profissional que produz conteúdo educacional para o Youtube, dando aulas de física dinâmicas e atrativas, que têm conquistado cada vez mais os alunos que se preparam para o ENEM.

Com a página do Física Total no Facebook, o professor Ivys Urquiza realiza o atendimento aos seus alunos virtuais por meio da tecnologia chatbot. O bot da página realiza o contato introdutório com o aluno, cadastrando seu e-mail e tirando dúvidas básicas sobre o curso.

Essa estratégia da equipe Física Total possibilita atendimento instantâneo e de qualidade aos usuários.

E você, viu como são importantes os chatbots para produtores de conteúdo? Então, aproveite a visita e não se esqueça de assinar a nossa newsletter. Assim, você fica por dentro de nossas atualizações, recebendo-as em primeira mão por e-mail!

Sobre o autor

Marcos Paulo da Costa

Criador do portal Marketing Moderno, profissional de Marketing com experiência no ramo Imobiliário desde 2006 e Consultor de Marketing Digital desde 2012, com certificação de Inbound Marketing da HubSpot, focado em planejamento e gestão de marcas online. Experiência na área comercial e marketing, com desenvolvimento de produtos, planejamento comercial, relacionamento com o cliente, pesquisas, treinamento e liderança de equipes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *